RECOMEÇO - BLOG CONFIDENT

RECOMEÇO

RECOMEÇO - BLOG CONFIDENT POR LETÍCIA CAETANO
"Mais um ano se inicia e com ele todas as novas chances de fazer a vida dar certo, de tornar sonhos realidades, de mudar, de viver intensamente cada segundo...."

Bom, isso era o que eu pensei em dizer no inicio do ano... antes de pensar em desistir.
Oi, meus amores, tudo belê?
Sei que eu desapareci daqui, do insta, do canal e de todas outras redes de mídia que estava usando para trabalhar e papear com vocês, e sei que poderia vir aqui e despejar sobre vocês tudo e um pouco mais das coisas que me fizeram parar, do medo que senti, do desespero que tomou conta de tudo o que sou. Acho que o último post feito aqui foi contando um pouco sobre a minha jornada até aquele momento, falei sobre meus planos e expectativas e meu trabalho da época, até 2019 chegar e me dar aquela rasteira.  Eu não perdi nada, eu só ganhei, mas de alguma forma, eu me perdi. Mergulhei em um mar bem furioso de desilusões e desesperanças e a única coisa que mudou foi o emprego que não tinha mais... a minha casa está aqui, estou vivendo o sonho da vida solo, com as minhas coisas, minhas contas, mas de alguma forma, eu não me sentia feliz com isso, não me sentia feliz com nada. 
Honestamente, gostaria muito de gravar um vídeo falando todas essas manifestações emocionais dentro de mim, mas não consigo fazê-lo sem me achar uma idiota ou chorar ou os dois... chorar e me sentir uma idiota. Então me peguei pensando em tudo o que estava fazendo e tudo parou de fazer sentido. Achei que Deus queria uma coisa e eu outra, então resolvi abrir mão. Na época não pareceu ser desistência da minha parte, só uma fase da minha vida que havia chegado ao fim. Foi aí que comecei a receber algumas mensagens, de amigos, principalmente, que acompanhavam o meu trabalho aqui com vocês e todos sempre me diziam a mesma coisa... eu tinha prazer em escrever, em gravar, em pesquisar assuntos legais e fotografar para vocês, mesmo com todas as limitações... Demorei muito até tomar coragem para recomeçar e admitir que não era Deus que estava me mandando parar, mas eu mesma que estava desistindo. E nossa, só Ele sabe o quanto lamento por isso e o quanto eu estou com medo. Mas olha o tamanho da minha hipocrisia se eu desistisse do que mais amo fazer? 
Todos os textos, todos os desabafos, todos os vídeos seriam em vão, falsos ao que eu estava vivendo comigo mesma. Foi então que vi um trecho de uma pregação que dizia que "eu não poderia ajudar ninguém enquanto não me ajudasse" e cá estou, admitindo tudo a vocês. Admitindo que apesar de não estar 100% comigo mesma, eu não vou desistir, mesmo que seja isso que eu queira fazer todos os dias... Eu conto com vocês para esse novo recomeço. 
Ah, e eu sei que tudo isso deve estar confuso agora, mas é parte dos sentimentos em mim, a confusão e não vou nem reler para corrigir alguns possíveis erros, para não cometer o erro de mudar isso. Eu amo vocês e como eu sempre digo: "tudo bem não estarmos bem, agora". O que importa é nos apoiarmos e nunca, nunca desistir. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário