SEM RUMO - BLOG CONFIDENT

SEM RUMO

SEM RUMO | BLOG CONFIDENT POR LETÍCIA CAETANO
Eu queria muito poder voltar aqui e dizer que está tudo bem... dizer que ando menos confusa que antes e que a minha vida deu uma grande melhorada, mas tudo isso seria uma completa mentira de minha parte. Acho que nunca estive mais perdida em mim mesma, mais confusa... sem fazer a menor ideia do que fazer e para onde ir. As vezes é impossível não me agarrar ao passado seguro em que vivi ao me jogar na incerteza de um futuro que nada sei. As vezes penso em sair correndo mundo a fora sem jamais olhar para trás, mas me lembro que jamais poderia viver sem tudo o que tenho aqui. Viver... ainda tenho dúvidas se estou de fato vivendo uma vida ou só caminhando sem rumo por suas estradas confusas, tentando sobreviver mais um dia sem enlouquecer. Pode parecer egoísmo e talvez seja, pois tenho amigos e uma família para amar, mas isso ainda não minimiza o fato da solidão que me consome a alma. Não posso negar que tenho dias em que tudo fica colorido e florido como na primavera, mas na maioria das vezes me encontro nos dias cinzas e frios como no inverno. Talvez, só talvez, eu devesse parar e desistir de tudo isso, mas há sempre aquela vozinha dentro de mim, que assumo estar cada vez mais longe, dizendo que é só uma fase e que tudo isso irá passar. Será que mais alguém se sente assim como eu? Será que há neste mundo alguém que também esteja em busca de algo maior que a si mesmo? Será que tudo isso é possível? Será que existe mesmo alguma forma de ser feliz? Ou isso é só algo inventado para dar ao ser humano alguma esperança de continuar segundo em frente? Não é difícil olhar ao redor e achar que todos tem uma vida linda e fácil quando tudo por aqui está bagunçado e aparentemente sem rumo. Não prometo, mas vou tentar não desistir. 

Um comentário:

  1. Felicidade é uma decisão, pq a maré vem pros bons e pros maus. Coisas ruins acontecem com todo mundo. As vezes apenas pra nos dar um susto e nos ensinar a ver a vida com outros olhos. Isso tudo em meio a muita dor. Mas tudo passa.
    www.rumorandhorror.blogspot.com.br

    ResponderExcluir