A REDENÇÃO DE GABRIEL #3 - SYLVAIN REYNARD - BLOG CONFIDENT

A REDENÇÃO DE GABRIEL #3 - SYLVAIN REYNARD

A REDENÇÃO DE GABRIEL #3 - SYLVAIN REYNARD | BLOG CONFIDENT POR LETÍCIA CAETANO
Olá, meus amores, tudo certin’?
Depois de toda uma confusão feita por mim, finalmente venho lhes trazer a resenha do livro A Redenção de Gabriel, de Sylvain Reynard. Se você está se perguntando que confusão é esta, pois vem que vou lhe contar: Depois de já ter lido e resenhado para vocês lá no canal o primeiro livro da trilogia, a pessoa que vos escreve, leu o terceiro livro ao invés do segundo e mesmo tendo notado uma certa loucura no inicio deste livro, consegui finaliza-lo com ainda mais amor que o primeiro. Fiquem tranquilos, muita coisa que não faziam sentido para mim antes, se resolveu depois que eu li o segundo livro. Por isso um alerta, preste bastante atenção ao ler a continuação de um livro para não se enrolar, como eu.
A HISTÓRIA
No terceiro e último livro da trilogia O Inferno de Gabriel, nos deparamos com o então enlace matrimonial de Gabriel e Julia e nele o dilema de ter ou não uma família juntos depois de tudo o que ambos passaram quando mais novos. Além disso, Júlia terá que provar para toda uma comunidade acadêmica que não é só um rosto bonito atrás de um especialista em Dante e ambos terão que enfrentar antigos rivais, incluindo Christa que ameaça destruir a carreira dos dois.
O QUE EU ACHEI
Como eu disse para vocês no inicio do post, eu me enrolei com a ordem dos livros, e isso fez com que me perdesse em alguns momentos, mas como o lindo Sylvain Reynard descreve muito bem toda a estória, não tive grandes problemas. Enfim, neste livro, eu confesso para vocês que Júlia me surpreendeu e se mostrou uma mulher completamente madura e menos tímida/retraída quando o assunto é sexo. Além disso, ver o tão temido e imbatível Professor Emerson se perdoando e perdoando quem lhe fez sofrer, levou o livro a outro patamar, assim como a vontade dele em ser pai.
Assumo para vocês que durante todo o livro, eu quis ver como seria esse Gabriel sendo o pai de uma criança, e eu fiquei completamente apaixonada com essa ideia, por isso me via chateada quando os fantasmas e o medo do passados de Gabriel e Julia batia à porta. Creio que mesmo com todas as outras questões do livro, o ponto central dele acabou sendo essa questão dos dois em construir uma família. Enfim, como no primeiro livro, o último não poderia ter sido melhor, porque a gente vê o perdão, a confiança e o amor de um aspecto lindo, quase que... poético. Sou suspeita para falar, eu sei, eu amei os três livros!
A EDIÇÃO
A edição brasileira do livro é em paperback/brochura e a arte na capa é semelhante a do livro original e na mesma vibe dos livros anteriores, com um único detalhe em alto relevo no título. As páginas do livro são amareladas e a diagramação é perfeita. Como o livro contém lembranças e narrativas de outros personagens, em alguns momentos nos deparamos com locais e datas diferentes, por isso é bom prestar atenção para acabar não se perdendo nos diálogos. 
Espero que tenham gostado das resenhas dessa trilogia maravilhosa! Se por acaso você perdeu alguma, clique aqui para ler a resenha do segundo livro e aqui para ler a resenha do primeiro livro!
Obrigada por tudo, meus amores!
XOXO <3

Um comentário:

  1. Nossa, tem tantos anos que li esse livro! Acho que o fiz na época do lançamento e nunca tinha visto nenhuma resenha a respeito dessa trilogia!
    Compartilho com você o desapontamento de não ter visto Gabriel e Júlia como pais efetivamente, gostaria de uma continuação para saber como tudo ficou.
    Adorei a resenha <3

    http://livrelendo.blogspot.com.br

    ResponderExcluir