SOU UM POÇO DE CONFUSÃO AMBULANTE - BLOG CONFIDENT

SOU UM POÇO DE CONFUSÃO AMBULANTE

SOU UM POÇO DE CONFUSÃO AMBULANTE | BLOG CONFIDENT POR LETÍCIA CAETANO
Hoje eu resolvi escrever... Ainda não sei sobre o que ou o que vai sair disto. Talvez fique tudo uma porcaria e eu nem chegue a publicar. 
Como sei disso?
Bom, geralmente eu escrevo com algo em mente, um assunto que me motiva a escrever e ai eu só deixo o sentimento fluir e então os meus rabiscos aparecem. Sempre um mais especial que o outro.
Faz uns dias que me sinto confusa sobre a vida. Já me disseram que mudei, uns dizem que sentem falta do que eu era e outros só dizem que eu amadureci. 
Ainda não decidi se é algo bom ou não... Mesmo não vendo mudanças como algo ruim. 
Acho que o meu maior medo agora é não saber o que será da minha vida amanhã, pois sempre soube exatamente o que queria ser e/ou fazer. Hoje... Bom, hoje isso é muito diferente. 
Talvez, só talvez, alguém se sinta assim também. 
Não vejo mais o mundo com olhos sonhadores, criando e recriando coisas que não estão ali. Nunca tiveram. Não, não pense que me tornei uma pessoa pessimista. Só vejo o mundo como ele é e filtro para mim aquilo que é bom e isso tem me feito seguir feliz. 
E sim, sou feliz. 
Criar expectativas é algo doloroso demais e é por isso que é apavorante não saber o que será do meu futuro. Eu nunca me tornei quem imaginei ser um dia e isso é engraçado.
Sou totalmente o oposto disso.
Parando para analisar agora, enquanto escrevo, chego a sorrir. Não vou mentir para vocês. O poço de confusão que sou todos os dias me fazem ter certeza em tudo o que acredito e me dão mais forças ainda para continuar evoluindo. 
Se fosse me definir, eu seria um pokemon. 
Como eu disse, eu tenho medo e muito, mas faz parte da vida ter medo. Ninguém é 100% seguro o tempo todo, mas apesar de tudo isso... bom, sem expectativas, só quero o melhor. 
Eu leio e compartilho todos os dias que as pessoas são o que elas fazem e o que elas dizem, e cabe a nós, somente a nós, o que levamos da vida, com a vida e o que nos tornaremos. 
Afinal, somos seres em construção.
Então, o que vocês querem ser? Quem vocês são agora? Gostam do que vem ao se olhar no espelho? Algo que disseram sobre quem você se tornou te magoou? E por que?
Todos os dias eu me pergunto isso e na maioria das vezes, eu gosto das respostas. 
Uma vez me disseram que eu tinha mudado tanto que afastei muita gente de mim e depois de muito refletir sobre isso, cheguei a conclusão que pessoas vem e vão todos os dias nas vidas de milhares de pessoas e só cabe a elas a decisão de ficar ao seu lado. Sou grata a todas essas pessoas, as que foram, as que ficaram e as que chegam todos os dias. Todas tiveram uma grande participação na pessoa em que sou hoje. 
Então, obrigada!
Agora, em meio as minhas inúmeras e incontáveis confusões, nos meus dias bons e nos meus dias ruins... Sim! Dias ruins, porque ninguém é de ferro... Todos choramos, todos sentimos dores no fundo do peito, todos sentimos vontade de ficar trancado dentro do quarto e se sentem solitário em algum momento... Somos humanos e não sentir nada disso, nos faz... Sei lá, robôs? 
Enfim, mesmo nos meus dias bons e ruins, eu sigo feliz. Como diz AnaVitória: "Ando devagar, porque já tive pressa e levo esse sorriso, porque já chorei demais". 

Um comentário:

  1. Acabei de conhecer o blog e ja dei uma olhadinha em alguns posts ameiii

    Adorei o blogue e já te sigo
    Ganhou uma leitora fiel
    Beijos,

    Por favor passe no meu blogue e nos siga
    http://coisasdecrespasoficial.blogspot.com/2018/02/vlog-montagem-do-armario-novo.html

    ResponderExcluir