ATÉ QUANDO, SOLIDÃO.

quarta-feira, julho 27, 2016

ATÉ QUANDO, SOLIDÃO - BLOG CONFIDENT
Depois de um relacionamento ruim, ela decidiu tomar seu rumo, trilhar seu próprio caminho e mergulhar em si. Tudo o que ela queria naquele momento era se livrar de todos os seus demônios e viver sua vida em paz. Depois de um longo tempo, se deu conta de que havia fechado seu coração para qualquer outro amor que pudesse vir até ela. Ela se dizia todos os dias que um relacionamento só lhe traria dor de cabeça e mais dor, dor essa que ela estava farta de sentir. Foi um tempo confuso, ainda é um tempo confuso. Sua mente e seu coração estão em constante guerra e por mais que ela tente se ocupar, a falta de um abraço amigo, um carinho, um olhar apaixonado, lhe aperta o peito e todas as noites a solidão que havia se tornado sua melhor amiga, acaba por se voltar contra ela, jogando em sua face o quão estupida foi. Noites em claros, livros enrugados com suas lágrimas, músicas com e sem sentido em sua mente, lembranças de algo que nunca existiu a invadem e se tornam cada dia mais sólidas. Até que ponto a solidão se faz necessário para um coração que transborda amor? Por onde passa, ela exala confiança, mas ninguém consegue enxergar através de seu olhar a dor que a solidão está lhe causando. Um relacionamento que já não estava dando mais certo. Nesse momento, ela para, respira fundo e se deixa sonhar e procurar em cada rosto estranho aquele rosto que lhe fará sorrir todos os dias pela manhã, o sorriso que irá iluminar a sua vida, o olhar que lhe passará confiança e amor. Chega, procurar não é a solução. Sei que pode ser difícil, sei que pode ser dolorido as vezes, mas ainda não é o fim. Na hora e no momento certo esse alguém que a envolverá com os braços, que dirá o quanto te ama e com que poderá contar irá surgir em sua vida. Domine a solidão e traga de volta aquela coisa boa que havia no inicio, isso quer dizer que por mais que fique só aos finais de semana, e que todos os seus amigos saiam para um encontro de casal e você rejeite, aproveite mais o tempo com você. E quando o vazio tomar o seu peito e a falta desse estranho surgir, pense que não está só e que em qualquer que for o lugar ele também poderá estar pensando em você.

Você vai amar!

2 comentários

  1. ual.... fiquei até sem palavras lendo esse texto. A solidão se torna nossa verdadeira companheira. Parece que a cada amores que deixamos para traz a solidão vem e se acomoda cada vez mais. As vezes ela sufoca mas ela é muito boa também! Você escreve muito bem, Leh <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, é verdade, Jaque <3
      Muito obrigada, fico muito feliz em saber que gostou!

      Excluir

OS QUERIDINHOS

CURTA NO FACEBOOK

RECEBA NOSSA




Inscreva-se para receber os novos artigos do blog diretamente en sey e-mail: