QUE FIM DEU A MARATONA LITERÁRIA DE CARNAVAL.

sábado, março 19, 2016

Olá, meus amores, tudo beleza?
Fazia tempo que não postava nada aqui no blog em um sábado, né? Mas, acabou de sair vídeo novo no canal e não podia deixar de falar um pouco mais aqui no blog, como sempre faço. 
Quem me acompanha também pelo youtube (se inscreva no canal clicando aqui), sabe que fiquei metade de fevereiro, ou um pouco mais, sem postar vídeos e muita gente por lá me perguntou o que rolou e que fim teve a maratona literária de carnaval que estava participando. 
Sobre os vídeos, eu postei no facebook, instagram e comentei no snapchat (letscat.lua) que meu editor de vídeo resolveu parar de funcionar e como não sabia mexer em nenhum outro, acabei insistindo por muito tempo em manter o mesmo, mas mesmo assim, não sei o que rolou, mas ele não quis funcionar. Pedi para as minhas amigas que também tem canal no youtube, dicas de outros editores de vídeo que não fosse tão complicado de mexer, e acabei, por fim, baixando o Filmora e ele é até melhor do que o que usava antes, só um pouco mais chatinho... 
Quanto a maratona literária de carnaval, eu estava atualizando vocês pelo facebook e instagram. Eu li os três primeiros livros, mas depois entrei em uma enorme ressaca e não li mais nada até março, por esse motivo acabei mergulhando em filmes e séries (fiz um post contando as séries que iniciei aqui no blog, clique aqui).
LIVROS LIDOS NA MARATONA LITERÁRIA
QUE FIM DEU A MARATONA LITERÁRIA DE CARNAVAL.
"Seus olhos tão negros, tão belos, tão puros,
De vivo luzir,
Estrelas incertas, que as águas dormentes
Do mar vão ferir;" - Gonçalves Dias 
"Donde vem?... Onde vai?... Das naus errantes
Quem sabe o rumo se é tão grande o espaço?
Neste Saara os corcéis o pó levantam,
Galopam, voam, mas não deixam traço." - Castro Alves
Ambos relatam a história - resumida - dos autores e mostram regras dos poemas escritos... Nos traduzem algumas palavras utilizadas e desconhecida no vocabulário cotidiano. Ambos tem notas e explicações do por quê da escrita por Ivo Barroso e mostram a importância que ambos escritores tiveram para a literatura brasileira e em que foram pioneiros. A diferença entre Castro Alves e Gonçalves Dias, é que um escrevia sobre fatos do cotidiano daquela época - como a escravidão - e o outro escrevia sobre seus sentimentos, respectivamente. 
Apesar de ter ganhado os livros na época do colégio, e nunca os terem lidos, fiquei surpresa ao perceber que conhecia alguns poemas expostos nos livros. Eu era fan de poemas/poesias quando era criança... 
QUE FIM DEU A MARATONA LITERÁRIA DE CARNAVAL.
"Alice imaginava sua doença como aquele oceano na praia do Farol - feroz, destrutiva, impossível de ser detida. Só que não havia quebra-mares em seu cérebro para protege-la do ataque às suas lembranças e pensamentos." - Para Sempre Alice.
Meus amores, finalmente, finalizei o livro "Para sempre Alice" e posso dizer que é um livro emocionante... Nossa! Foi difícil larga-lo para cumprir alguns dos afazeres que tinha... 
E o mais incrível foi ver, sentir, e refletir sobre o que uma pessoa com o mal de alzheimer vive e pensa... Enfim, não falarei muito sobre o livro aqui, porque farei resenha no blog ou no canal, ok? 
Eu fiz resenha do livro "Para sempre Alice" aqui no blog (clique aqui), mas não fiz dos livros de poemas, Navio Negreiro e A canção do exílio, caso vocês queiram, deixe aqui nos comentários, ok?
Muito obrigada por tudo!
XOXO <3

Você vai amar!

0 comentários

OS QUERIDINHOS

CURTA NO FACEBOOK

RECEBA NOSSA

Inscreva-se para receber os novos artigos do blog diretamente em seu e-mail: