Não se apega, não. - Não mesmo!

segunda-feira, janeiro 25, 2016

Olá, meus amores!
Quem me acompanha no instagram e no snapchat - letscat.lua -, sabe que minha leitura do final de semana foi o livro "Não se apega, não" da Isabela Freitas. 
Eu não sei se vocês se lembram, mas no post em que dou dicas de livros para ler nas férias, eu falo desse livro e conto que tive curiosidade em ler por conta de uma amiga que estava lendo esse livro desde que nos conhecemos e fiquei muito curiosa para saber do livro e como ela me incentivou bastante, acabei comprando. E eis que chegou o dia em que peguei-o da minha estante e disse: "vamos ver o que você me diz sobre desapego, querido livro". 

RESENHA DO LIVRO Não se apega, não

Posso dizer logo de cara que amei o livro na primeira página? Ok, vocês podem dizer: "qual livro você não gosta, Lê?", gente, aqui no blog eu falo de alguns livros que eu definitivamente não gostei (risos). Mas, voltando ao que interessa, o livro começa com 20 regras desapego e eu tive que concordar com todas elas... 
O livro narra a história de Isabela, uma mulher-menina de 22 aninhos - minha idade! - que acabou de terminar um relacionamento sufocante e doente com o garoto que todos os que viam de fora, achavam perfeito. Ok? O que é perfeição para os outros? Enfim... Ela conta - isso, como se estivéssemos conversando cara a cara - sua decisão de mudança, de desapegar de tudo o que a iludia, que lhe fazia mal, de parar de pensar que cada nova "paixão", o cara era seu príncipe. 
Eu me senti em uma mistura de livro de autoajuda e romance no inicio, mas é porque Isabela explicava cada pensamento, refletia sobre, nos mostrava seu ponto de vista com relação ao amor, em seu modo geral... Ela conta suas experiências de amores trágicos, amizades infiéis, mortes... Ela mostrava o quão importante era para o ser humano seguir em frente e sentir a dor. 

RESENHA DO LIVRO Não se apega, não

Isabela conta o quão importante é o sofre em nossas vidas e que nós só vamos conseguir se felizes com outras pessoas, quando formos felizes com nós mesmos. Quando formos felizes sozinhos. 
Devo dizer que estar sozinho não quer dizer que estamos solitários. Temos amigos, nossa família... Isa, narra bem em seu livro que todos cometemos erros e que a vida é feita de escolhas e que devemos viver com o resultado que essas escolhas nos trazem no futuro. 
Teve momentos no livro que não concordei com ela, mas em outros? (Risos) Cheguei a postar no instagram que esse era um livro que toda garota deve carregar na bolsa e é verdade, para se lembrar de sempre vai existir novos amores, novas aventuras, novas dores, novos sorrisos e que as vezes aquele alguém que tanto se espera vai chegar ou não, mas na hora e no momento certo. 
O livro também vai falar muito das amizades e Isabela enfatiza muito bem essa questão. Nem sempre aquela pessoa ao nosso lado ficará ali para sempre. Basta agradecermos a experiencia e pegar o que houve de bom e seguir em frente. 

RESENHA DO LIVRO Não se apega, não

Enfim, vou deixar que vocês leiam o livro, ele realmente vale a pena. A leitura é gostosa e eu li em menos de 24h! Posso dizer também que qualquer pessoa que ler o livro pode se pegar pensando em algo que rolou em sua vida (risos). 
Espero que tenham gostado e não se esqueçam de comentar o que acharam, se já leram... Estou louca para comprar o segundo livro "Não se iluda, não", porque tive a pequena impressão de Isa e seu novo amor, mas deve ter sido algo da minha cabeça acostumada aos romances...
Obrigada por tudo!
XOXO

Você vai amar!

0 comentários

OS QUERIDINHOS

CURTA NO FACEBOOK

RECEBA NOSSA




Inscreva-se para receber os novos artigos do blog diretamente en sey e-mail: